APRESENTAÇÃO

Festival Verbo Ver chega com a trajetória construída nos Encontros de Agosto e uma proposta de formação e difusão da fotografia do Nordeste, especialmente, da cearense. Entre 14 e 18 de novembro Fortaleza se transforma na capital da fotografia para uma programação ampliada e que oferece exposições, rodas de conversa, leituras de portfólios com participação de curadores e diretores de galerias e festivais estrangeiros, workshops, debates, feira, projeções de autores cearenses e fotógrafos convidados.

Com o tema “Por que fotografar?” o Festival Verbo Ver reúne autores e profissionais de referência no Brasil e no mundo para compartilharem conhecimentos e experiências teórico-práticas. O objetivo é abrir possibilidades de circulação e interação da produção cearense com novos caminhos para oportunidades de crescimento do segmento e da fotografia como expressão artística.

O Verbo Ver é realizado pela Imagem Brasil Galeria, tem apoio institucional do Governo do Estado do Ceará por meio da Secretaria da Cultura (Secult-CE), Instituto Dragão do Mar – Porto Iracema das Artes, e a empresa apoiadora é a Enel Distribuição do Ceará. O Festival conta ainda com a parceria do FestFoto-POA, Museu da Fotografia, Programa de Pós-Graduação em Comunicação, Ifoto, Mulheres da Imagem e da RPCFB – Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil.

QUEM SOMOS

A fotografia pode percorrer trajetórias coletivas, e ao mesmo tempo tão únicas, pela força da imagem e de quem a traduz. O Festival Verbo Ver é fruto das vivências que, desde 2011, nos Encontros de Agosto, buscamos repartir para somar. Por isso mantemos um núcleo de realizadores empenhados em fortalecer um programa voltado para formação e perspectivas de trocas e circulação, no qual a imagem se força a pensar e a fazer pensar.

PATRÍCIA VELOSO  – FUNDADORA E DIRETORA DO FESTIVAL VERBO VER

Fundadora e diretora do Festival Verbo Ver. Produtora cultural, curadora e editora, atua na área da Fotografia desde 1985. É membro da coordenação do Fórum da Fotografia – Ceará da Câmara Cearense do Livro – CCL e Diretora geral do Encontros de Agosto em 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017. Foi coordenadora do 2º Encontro da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil, da qual é associada, realizado em Fortaleza em fevereiro de 2013. Co-fundadora e ex-diretora do IFoto – Ce. É mestra em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com pesquisa em Fotografia e em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (2002), com dissertação sobre Gestão Cultural e Cidadania Empresarial. Administra a Imagem Brasil, galeria de fotografia e agência de imagens, realizadora cultural constituída em 1997, que representa o trabalho de mais de 60 fotógrafos brasileiros. Fundou e dirige a empresa Terra da Luz Editorial, empresa responsável pela publicação de obras voltadas para a fotografia, história, memória e patrimônio cultural. Fundou e preside o Instituto Viva Brasil de Cidadania e Cultura, organização sem fins lucrativos cujo objetivo é desenvolver ações de responsabilidade cultural e social, assim como projetos nas áreas da educação, arte, cultura, meio ambiente, inclusão digital, economia criativa, defesa e conservação do patrimônio histórico e artístico. Integra desde 2017 o Conselho de Curadores do Museu da Fotografia de Fortaleza, no Brasil.

SILAS DE PAULA – CONSELHEIRO E CURADOR DO FESTIVAL VERBO VER

Fotógrafo capixaba, nasceu em 1950 e reside no Ceará. Ph.D pela Universidade de Loughbourough, Inglaterra. Co-fundador e ex-diretor do IFoto – Ce, participou da organização e da curadoria de todas as mostras do DeVerCidade em Fortaleza; fez parte da comissão julgadora do Prêmio Conrado Wessel, em São Paulo; da seleção de projetos para o Edital da Secretaria de Cultura da Bahia, entre outras. É conselheiro e curador do Festival Encontros de Agosto desde 2011. Publicou livros e diversos artigos em revistas científicas e jornais, participou de várias exposições, ganhou alguns prêmios nacionais e internacionais. Foi professor do Curso de Comunicação e do Programa de Pós-graduação da Universidade Federal do Ceará – UFC. Atua na linha de pesquisa em Fotografia e Audiovisual. É membro do Conselho de Curadores do Museu da Fotografia de Fortaleza, no Brasil.

CARLOS CARVALHO – CONSELHEIRO E CURADOR DO FESTIVAL VERBO VER

Carioca, coordenador geral do Festival Internacional – FestFoto (PoA), trabalhou como free-lancer para as principais revistas e jornais brasileiros, entre eles: O Globo, Jornal do Brasil, Folha de São Paulo, Estado de São Paulo, revistas IstoÉ, Veja, Senhor e Marie Claire e publicações estrangeiras como Time e Newsweek (USA), jornais The Baltimore Sun (USA), The Christian Science Monitor (USA), Washington Post (USA), Volkswagen Environmental Report 2001/2002 (Alemanha), NACLA/ReportontheAmericas (USA) e Onze Wereld / Forum Social Mundial/Porto Alegre/Jan 2003. Vice-presidente da Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil – RPCFB; Sócio-diretor da Brasil Imagem – Produção Cultural em Fotografia; Membro da CNIC – Comissão Nacional de Incentivo à Cultura/MinC – Biênio 2013/2014 e reconduzido para o biênio 2015/2016. Editor da revista eletrônica OF magazine, editada em inglês para o público internacional sobre a fotografia brasileira contemporânea; Editou e produziu os livros de fotografia: “A Fotografia de Luiz Carlos Felizardo”- Obra do fotógrafo gaúcho – Porto Alegre/2011 – Editora Brasil Imagem, e “VI VER”, uma antologia da obra da fotógrafa paulista Nair Benedicto – Porto Alegre/2012 – Editora Brasil Imagem. Leitor convidado de portfólios de diversos festivais internacionais, e assinou as seguintes curadorias e colaborações: ACP – Atlanta Celebrates Photography 2014 – Curadoria da mostra “Fotografia Brasileira Contemporânea”, dentro da programação Herança latino Americana, do festival. Abertura dia 2 de outubro de 2014. – Colaborador interno como colunista do LensCulture – Plataforma web de Fotografia Contemporânea, com base em Paris.

LIA DE PAULA – COORDENADORA DO FESTIVAL VERBO VER

Fotógrafa, formada em Cinema, natural de Fortaleza. Parte da infância e da adolescência morou na Inglaterra onde aprendeu a fotografar e cursou ‘Media Studies’ no Westminster College. Desde então vem se dedicando, profissionalmente, à fotografia. Em Fortaleza, trabalhou no jornal O Povo e na prefeitura da cidade, participou da produção de livros e de exposições, antes de se mudar para Brasília, onde passou pela Agência Senado e Ministérios, atuando também na fotografia de família. De volta à Fortaleza vem se dedicando à fotografia autoral e à pesquisa sobre parentalidade.